Logotipo Allameda
Home Page Quem Somos Serviços Cases Clientes Contatos
 
 
08/01/2015
Pesquisa mostra repercussão no Brasil de ataque ao Charlie Hebdo

Estudo Polis Consulting/NetBase revela mais de 83 mil menções em mídias sociais do País; principais preocupações do brasileiro são com liberdade de imprensa e mortos no atentado, e sensação de indignação cresceu com as novas ações terroristas

O atentado contra o jornal satírico Charlie Hebdo, na quarta, 7, vem repercutindo fortemente nas mídias sociais do Brasil. Estudo realizado pela Polis Consulting, utilizando o software de pesquisa de mercado em tempo real NetBase, revela que o impacto sobre os brasileiros nas primeiras 36 horas após o ato terrorista vem se consolidando na forma de preocupação em relação à liberdade de imprensa e aos mortos no ataque. A constatação parte das principais expressões utilizadas para comentar o incidente – “liberdade”, “imprensa”, “ataque”, “atentado” e “mortos”. Elas só não foram mais citadas que as palavras usadas para localizar o atentado – respectivamente “Paris” e “#JeSuisCharlie”. 

Segundo a pesquisa Polis/NetBase, até o fim da tarde de quinta-feira, 8, foram registradas mais de 83,7 mil menções em português sobre o atentado terrorista. Dos internautas cuja localização geográfica foi identificada – mais de dois terços da base pesquisada – 71% são do Brasil e outros 17% de Portugal. Só entre a tarde de ontem e a manhã desta sexta, 9, o total de menções às ações terroristas cresceu em 18 mil citações em português, e a tendência é que aumentem no decorrer do dia. 

A ferramenta de pesquisa em mídias sociais criou uma “nuvem de expressões” com as palavras mais faladas. Embora as nuvens sejam móveis – isto é, seu conteúdo muda dinamicamente segundo o que se comenta nas redes – é possível verificar a indignação dos internautas por conta do cruzamento de expressões usadas. Por exemplo, a soma de repetições de “ataque terrorista”, “atentado”, “ataque” e “mortos” supera 5 mil. O estudo mostra, ainda, que a população de língua portuguesa da web vem conectando o ataque a causas religiosas: a palavra “Maomé” teve mais de 1,7 mil menções já nas primeiras 24 horas. 

Mais informações sobre o levantamento podem ser obtidas no site da Polis Consulting (www.polisconsulting.com.br).

> Para Baixar Imagem / Nuvem de Expressões:
www.allameda.com/www/imagem/pesquisa_polisconsulting_netbase_8-1-15_f.jpg



Compartilhar



Retornar
 
 
 
Artigos
Artigos de Clientes de Allameda, especialistas em várias áreas. A republicação é livre.
Releases
Acesso a todos os press-releases e informações chave de nossos clientes.
Fotos em alta
Fotos de produtos, executivos e instalações de clientes de assessoria de imprensa.

ALLAMEDA.COM | São Paulo | +55.11.97999-9923

(C) 2002 ~ 2019 Allameda.com Assessoria de Imprensa