Logotipo Allameda
Home Page Quem Somos Serviços Cases Clientes Contatos
 
 
22/01/2009
Projeto de R$ 6 milhões automatiza fornecimento de água em Recife
Compesa automatizará fornecimento de água na capital de Pernambuco para minimizar perdas e dar novo nível de gestão ao abastecimento de 3 milhões de pessoas

(Americana – SP – 22/01/2009) - A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) está iniciando a implantação de um sistema de gestão, supervisão e controle de processos de abastecimento de água da região metropolitana de Recife que implicará em investimentos de R$ 6 milhões. Denominado Siga (Sistema de Informação e Gestão Operacional dos Sistemas de Abastecimento de Água), o programa foi desenvolvido e está sendo implementado pelo Consórcio VPF, formado pela Vector Engenharia e Ponto Forte, com previsão de entrega de obras em meados de 2010.

Desenvolvido e totalmente automatizado pela Vector Engenharia, o sistema contará com uma extensa rede de sensores, Controladores Lógicos Programáveis e unidades de comunicação implantados em pontos remotos – como elevatórias de água, centrais de bombeamento e barragens – para capturar em tempo real informações de funcionamento dos equipamentos de campo e várias outras grandezas. A meta, segundo João Bosco de Almeida, presidente da Compesa, é controlar e reduzir o nível de perda de água ao longo das vias de distribuição. “Esse é um de nossos maiores desafios”, diz Almeida. “Fechamos 2008 com índice de perdas de 57%, o que será profundamente melhorado com a implantação do Siga e de outras medidas de contenção.”

Além de melhorar a performance nesse quesito, o Siga dará à Compesa ferramentas para otimizar sua gestão. Todas as informações coletadas e processadas por meio de softwares de gerenciamento serão centralizadas em servidores no Centro de Controle Operacional na capital pernambucana. Nele, os gestores da companhia terão à disposição dados pontuais em tempo real e relatórios consolidados de vazão, nível, pressão, estado das motobombas e das válvulas, entre outros parâmetros, acoplados a alarmes de funcionamento irregular de quaisquer itens controlados. “A automatização dará maior controle de vazões e pressões nas redes de distribuição, evitando desperdícios, e vamos ainda melhorar o tempo de resposta ao consumidor e cortar custos, enumera o presidente do órgão.

Considerando a redução de despesas e a otimização dos recursos, Bosco calcula que o retorno do investimento se dará em apenas três anos. Ele lembra que um dos grandes problemas atuais é que quando ocorre uma falha a solução é lenta por falta de informação em tempo real. O abastecimento de Recife é constituído por diversas fontes de água espalhadas por área de topografia muito variada em que moram três milhões de pessoas, o que torna complexo operar o sistema sem automação. Esse cenário será melhorado pelo Siga.

Segundo Gilberto Sales, diretor Técnico da Vector, o Siga também controlará volume de água nos reservatórios da cidade e níveis de entrada e saída das estações de tratamento, além da rede de distribuição. Por meio das medições a Compesa terá informação imediata em caso de rompimento de dutos bem como a localização da área do problema, permitindo isolamento da rede e operações corretivas rápidas.

Para Sales, por meio dos relatórios gerados pelo Siga serão criados mecanismos mais eficientes para redução de perdas e de consumo de energia, além da melhoria do monitoramento da qualidade da água enviada à população. Na web, a Vector Engenharia está em
www.vector.com.br

...
Informações para a Imprensa
Allameda.com
Assessoria de Imprensa / Vector Engenharia
11. 3926-5580
allameda@allameda.com
www.allameda.com


Compartilhar



Retornar
 
 
 
Artigos
Artigos de Clientes da Allameda, especialistas em várias áreas. A republicação é livre.
Releases
Acesso a press releases e informações-chave de nossos clientes
Fotos em alta
Fotos de produtos, executivos e instalações de clientes de Assessoria de Imprensa

ALLAMEDA.COM | São Paulo | +55 11. 97999-9923

(C) 2002 ~ 2021 Allameda.com Assessoria de Imprensa